‘MURALHAS COM HISTÓRIA’ ǀ 2018

Inscrições até 28 de agosto

A Câmara Municipal do Sabugal vai promover, mais uma vez, o evento temático ‘Muralhas com História’, na Aldeia Histórica de Sortelha, de 21 a 23 de setembro.

A edição deste ano transportar-nos-á ao Reinado de D. Pedro I, O Justiceiro (1357-1367).

D. Pedro reinou durante dez anos, sendo tão popular ao ponto de dizer, a população, “que taes dez annos nunca houve em Portugal como estes que reinara el Rei Dom Pedro”. O seu reinado foi o único no século XIV sem guerra e marcado com prosperidade financeira, daí ficar na memória como um bom reinado. Evitou guerras conseguindo aumentar o tesouro, cunhou ouro e prata e exerceu uma justiça exemplar, sem discriminações, julgando, de igual modo, nobres e plebeus. A forma como exerceu a justiça, parece-nos hoje cruel, mas era costume naqueles tempos difíceis.  Contudo, o Justiceiro, ficará para sempre ligado a uma das mais bonitas histórias de amor da monarquia lusa. A história de D. Pedro com D. Inês de Castro inspirou vários escritores e dramaturgos, nacionais e estrangeiros, ao longo dos séculos…

Como se posicionaria Sortelha, nos meados do séc. XIV? As notícias que nos chegam é que as terras incultas e despovoadas passam a ser uma paisagem frequente, no Portugal de meados de trezentos… Sortelha, certamente, não seria estranha a todos estes condicionalismos, enfrentando, como os restantes, as difíceis conjunturas que condicionavam o seu desenvolvimento e manutenção da sua autonomia.

As medidas padrão, localizadas no exterior da Porta Nova, lembram-nos a importância das feiras na vitalidade das vilas medievais. A elas acorria a população, com os excedentes dos produtos que a terra lhe dava, e artesãos e mercadores das mais diversas proveniências traziam produtos de regiões mais distantes. Estas localidades eram animadas pelo bulício dos mercadores, almocreves, forasteiros e saltimbancos que traziam notícias do “reino”, as suas histórias, as suas preocupações e também os seus cantares e a poesia popular promovendo a permuta cultural entre regiões.

É sobre este “ambiente” que se desenvolverá o evento.

Esta viagem ao quotidiano medieval que nos propomos revisitar será complementada com mercado de época, tabernas, ofícios ao vivo, teatralizações contínuas, música ao vivo e espetáculos surpreendentes.

Documentação necessária para candidatura:

NORMAS DE PARTICIPAÇÃO, FICHA DE INSCRIÇÃO E DOCUMENTOS COMPLEMENTARES AQUI

NOTA: A consulta deste quadro resumo não substitui a leitura integral das Normas de Participação (exploração de espaços de feiras: mercadores, artesãos, artífices, místicos e taberneiros).

Contamos consigo!

#muralhascomhistoria