PROJETO PLOWDER

Aldeias Históricas de Portugal, Universidade de Aveiro, Instituto Politécnico da Guarda e Turismo Centro de Portugal desenvolvem método pioneiro para analisar territórios de baixa densidade.

Os resultados do Projeto PlowDeR vão ser apresentados no dia 3 de abril, na Aldeia Histórica de Linhares da Beira. Este projeto, desenvolvido em parceria pelas Aldeias Históricas de Portugal (AHP), Instituto Superior de Contabilidade e Administração da Universidade de Aveiro (UA), Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e Turismo do Centro de Portugal (TCP), criou um sistema de monitorização que vai permitir medir o impacto económico e social das atividades geradoras de riqueza nos territórios de baixa densidade.

O Projeto PlowDeR é, assim, absolutamente pioneiro, uma vez que foi criado com o objetivo de dar resposta às lacunas na recolha de informação estatística nos territórios de baixa densidade – em
especial à falta de dados qualitativos. O impacto económico e social dos territórios de baixa densidade em geral, e das AHP, em particular, não está suficientemente estudado, por falta de
indicadores.

O projeto-piloto foi desenvolvido durante 18 meses, a partir de setembro de 2017, no território abrangido pelas AHP. A essência e valia patrimonial inigualável das AHP mobilizaram as esferas decisórias para a modelação de um projeto de desenvolvimento socioeconómico assente no património, conferindo-lhe desde a sua génese vocação para o turismo.

Com o Projeto PlowDeR reafirma-se a capacidade da Rede das Aldeias Históricas de Portugal de ser um território inovador, como aliás está plasmado na sua visão. (mais…)

Instrumento pode ser replicado a nível nacional e internacional

O Projeto PlowDeR – acrónimo para “Framework para Análise do Impacto Económico e Social das Atividades Turísticas nos Territórios de Baixa Densidade: o Caso das Aldeias Históricas de Portugal” – focou-se, maioritariamente, na definição de um conjunto de indicadores que sirvam de base a uma matriz de referência, que seja capaz de avaliar com precisão o impacto económico e social das atividades turísticas das Aldeias Históricas de Portugal. Uma matriz que poderá ser replicável noutros contextos geográficos do país com a mesma base, uma vez que o setor do turismo é considerado de especialização inteligente transversal ao país.

A matriz poderá, até, ser aplicada à escala internacional, pois, como enfatiza o relatório “The Millennium Development Goals”, da ONU, “a má qualidade dos dados, a sua pertinência e a indisponibilidade de dados desagregados sobre dimensões importantes para o desenvolvimento são fatores que se apresentam como um grande desafio. Como resultado deste quadro débil, muitos governos nacionais, regionais e locais continuam a depender de dados desatualizados ou dados de qualidade insuficiente para o devido planeamento e tomada de decisões”.

No entanto, apesar do enfoque do Projeto PlowDeR incidir na atividade turística, não se esgota neste setor. O instrumento que irá ser apresentado integra um conjunto de outros indicadores que possibilitam avaliar a propensão do território em análise para atividades económicas diversificadas. No caso do projeto-piloto das AHP, a metodologia criada vai possibilitar a recolha dos dados necessários para se poder analisar a performance competitiva da área geográfica das Aldeias
Históricas de Portugal.

Um projeto a pensar no futuro

Durante os 18 meses do Projeto PlowDeR, executaram-se várias fases: foi desenvolvida a metodologia e construiu-se a matriz; foram realizados vários workshops para a validação da matriz; selecionaram-se os indicadores para elaboração de inquéritos; e foram realizados vários testes para validação das ferramentas de recolha de informação. A metodologia que resultou do projeto, e que vai ser agora apresentada, passará a ser utilizada pelas Aldeias Históricas de Portugal. Espera-se dentro de um ano apresentar os primeiros dados recolhidos a partir deste novo sistema de recolha de informação estatística com foco nos territórios de baixa densidade.

Ao avaliar o impacto económico e social das atividades turísticas das AHP nos territórios de baixa densidade em que estão inseridos, espera-se que o projeto não só forneça às AHP os dados necessários para planearem a sua estratégia de desenvolvimento, mas que também contribua para apoiar a tomada de decisão por parte das entidades que necessitam de ter indicadores económicos e sociais relacionados com a valorização do património. Além disso, pretende-se que o projeto e contribua para a transferência de conhecimento para as comunidades académicas, através da melhoria dos curricula de algumas unidades curriculares e do envolvimento de estudantes em algumas fases do projeto; e para atrair turistas, novos investidores e habitantes para as AHP, contribuindo, deste modo, para a sua sustentabilidade e para o desenvolvimento dos territórios de baixa densidade em que se inserem.

Para dar a conhecer os resultados do Projeto PlowDeR, está agendado um Seminário de Encerramento, no dia 3 de abril, entre as 14h00 e as 17h30, no auditório do INATEL Linhares da Beira Hotel Rural. No Seminário será feito o enquadramento, a metodologia e a apresentação dos resultados, a que se seguirá um painel intitulado “Sustentabilidade dos Territórios de Baixa
Densidade”.

Inscreva-se para o Seminário de Encerramento do projeto PLowDeR junto dos contactos:
E-mail: tatiana.saraiva@aldeiashistoricasdeportugal.com
Telef: 275 913 395

Esta iniciativa é financiada pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através, designadamente, dos programas Centro 2020 (Programa Operacional Regional do Centro), via Portugal 2020, através da Fundação para a Ciência e a Tecnologia I.P., Organismo Intermédio que acompanha a realização do investimento.

ALDEIAS HISTÓRICAS DE PORTUGAL
1 DESTINO QUE SÃO 12.