INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO “A ARTE E A RECICLAGEM”

Foi inaugurada no dia 26 de maio, na sala de exposições temporárias do Museu Municipal do Sabugal, a exposição “A Arte e a Reciclagem – A reciclagem é uma miragem, reciclar a reciclagem!”, da autoria de João José Oliveira, natural do Soito.

Depois de dar as boas-vindas aos presentes, António Robalo, presidente da Câmara Municipal do Sabugal, começou por realçar que uma da missões do Museu “para além do evidente papel na proteção e salvaguarda do património histórico e cultural deste território, passa, precisamente, pela apresentação, valorização e promoção de diferentes formas de expressão artística, principalmente de artistas naturais do concelho, tendo este espaço recebido ao longo dos últimos 14 anos as mais diversas manifestações artísticas”.

E é neste contexto que nasce a exposição “A Arte e a Reciclagem”, de João José Oliveira, cujas obras possuem inegável qualidade estética, artística e filosófica. João José Oliveira é um filho da terra, natural do Soito, que se tem dedicado a uma infinidade de atividades: engenheiro autodidata, empresário, artista metalomecânico, escultor, visionário industrial, designer, escritor, filósofo, agricultor, músico, compositor, como o próprio diz “mestre em artes da serenidade”.

(mais…)

Certo é que, desde cedo, demonstrou ser uma pessoa criativa, empreendedora e capaz de se reinventar… Com apenas 20 anos construiu o seu primeiro automóvel, resultante da junção de peças e acessórios de vários automóveis e capaz de circular legalmente nas estradas. Esta sua paixão pelos automóveis acaba por estar presente nesta exposição, uma vez que a as obras de arte foram construídas com acessórios de máquinas e automóveis utilizadas na sua anterior atividade.

“Temos pois, aqui, oportunidade de desfrutar da sua arte. Nesta exposição vemos, certamente, espelhadas as suas próprias vivências…não se tratará de uma exposição meramente contemplativa mas, também, um convite à reflexão, pela mensagem filosófica que a completa. Em boa hora se verificou esta confluência de vontades, pois o resultado é esta magnífica exposição que nos permite elevar o potencial artístico e cultural do nosso concelho por se tratar de uma das maiores exposições de arte contemporânea já realizadas no Sabugal”, concluiu António Robalo.

A exposição, com representação na sala de exposições temporárias e também no exterior do edifício, pode ser visitada até 31 de agosto, de segunda-feira a domingo, das 09h30 às 13 horas e das 14 horas às 17h30.